Orquídea Phalaenopsis

Na grande Belo Horizonte entrega expressa de flores, com hora marcada para mesmo dia. Geralmente plantas com raízes mais grossas como Phalaenopsis e Catasetuns apreciam substratos mais grosseiros; plantas com raízes de calibre médio, como as Cattleyas de modo geral preferem substratos de pedaços medianos onde as raízes tem uma melhor fixação e já as plantas de raízes mais finas como Dendrobiuns, Oncidiuns, microrquídeas e terrestres preferem substratos mais moídos pois permite uma melhor fixação das finas raízes.

 

Quanto ao replante sim as Phalaenopsis apreciam replantes com maior frequência, sempre na época quente do ano em que elas estão em plena atividade, mas se ela ainda estiver com haste floral é recomendado antes que corte a haste floral ou as hastes na base para que a planta direcione toda sua energia para emissão de novas folhas e raízes e assim que estiver saindo folhas e raízes novas ai sim pode efetuar replante.

Como a época agora não é adequada para replante das Phalaenopsis faça uma rega bem forte com água pura para lavar bem substrato e então use mesmo adubo que citei mas a cima no e-mail de forma semanal nas dosagens recomendadas, assim sua planta aos poucos vai se recuperar e quando tempo esquentar e ela começar a emitir novas folhas você poderá replantar normalmente, lembrando de sempre firmar bem a planta ao vaso.

As espécies do gênero Phalaenopsis apresentam caule praticamente nulo com avantajada folha larga e suculenta, onde está toda sua reserva nutricional, e sendo monopodial, de crescimento sucessivo, possui raízes longas, grossas e flexíveis, que crescem em profusão dentro de vasos plásticos arejados e bem drenados, com substrato misto de casca de coco, pinus e casca de arroz carbonizada.

Ao contrário de outras orquídeas cujo ciclo vegetativo da fase keiki” até a floração demora em torno de 4 a 5 anos, uma planta de Phalaenopsis bem tratada pode florescer em 2 anos, razão porque comércio de orquídeas de corte ou decorativas investe em seu melhoramento genético criando centenas de híbridos com as mais variadas nuances de cores e que florescem ano todo.

Como não é possível indicar a periodicidade com que se devem efetuar as regas em virtude de que cada cultivador possui diferentes condições de evaporação, é recomendável efetuar de forma tal para molhar profusamente substrato e tornar a regar quando nossa experiência nos indique que é novamente necessário (ver generalidades de cultivo sobre formas empíricas de constatar umidade no meio de cultivo).{orquídea phalaenopsis|orquídea phalaenopsis amabilis|orquídea phalaenopsis amarela|orquídea phalaenopsis azul|orquídea phalaenopsis mini|orquídea phalaenopsis roxa|orquídea phalaenopsis lilás|orquídea phalaenopsis pink|orquídea phalaenopsis significado|orquídea phalaenopsis comprar|como cultivar phalaenopsis|como cultivar phalaenopsis amabilis|como plantar phalaenopsis|como plantar phalaenopsis em arvores|como cultivar orquideas phalaenopsis azul|como cultivar dendrobium phalaenopsis|como cultivar orquideas phalaenopsis em vasos}

Quanto as medidas de controle inseticidas/acaricidas são muito tóxicos e precisam da receita de um Agrônomo para ser comprado, mas existem receitas de extratos vegetais e outros que podem ser eficientes, assim como evitar que a folha fique suja de poeira, fazendo limpezas periódicas quando possível evita seu ataque, já que ácaro aprecia e muito a poeira para se esconder.

As espécies do gênero Phalaenopsis apresentam caule praticamente nulo com avantajada folha larga e suculenta, onde está toda sua reserva nutricional, e sendo monopodial, de crescimento sucessivo, possui raízes longas, grossas e flexíveis, que crescem em profusão dentro de vasos plásticos arejados e bem drenados, com substrato misto de casca de coco, pinus e casca de arroz carbonizada.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *